Otimize seu LinkedIn em 4 etapas e aumente suas chances de ser contratado

Se o seu desejo é ter mais visibilidade dentro do mundo profissional e se estabelecer como um autoridade no assunto, te diria que o LinkedIn é onde você deve orientar seus esforços.


Você leitor já parou para analisar o comportamento das pessoas quando estão em busca de um emprego? Você pode tomar si próprio como exemplo, analise por 1 minuto, como foi que você conseguiu a sua última ou atual posição..


Seja recolocação na carreira, primeiro emprego ou mesmo a volta ao mercado de trabalho, 90% dos usuários tem o mesmo comportamento, fazer um currículo no primeiro gerador online que o Google apontar e iniciar o disparo a empresas e recrutadores.


Buscar por um emprego, é vender a própria imagem. E como todo processo de vendas, existem vários métodos, portanto, se você tem tido dificuldades em conseguir a primeira entrevista, o ideal é rever a estratégia como também apostar em uma nova.


Adiante, meu objetivo aqui é discutir sobre um recurso pouco conhecido que é comprovadamente eficaz, para que você possa ter acesso a mais entrevistas de emprego, não vou abordar como se comportar ou técnicas para ser efetivamente contratado, não sou especialista neste assunto.


Quero contar esta história com uma metáfora..


Bem, vamos supor que você seja um grande admirador de borboletas, e seu principal trabalho seja fotografar espécies raras especificamente na região Sudeste do Brasil. Como ainda não inventaram o teletransporte, imagino que sua missão seja muito ineficiente se você resolver sair por aí sem alguma estratégia, ao mero acaso.


Você pode na primeira hipótese fazer um estudo sobre os principais hábitos, locais, condições favoráveis e, se posicionar estrategicamente nestas coordenadas aguardando-as para o momento ideal da foto.


Ou na segunda hipótese você pode aproveitar o estudo da etapa anterior e, reproduzir este mesmo cenário ideal, para que elas venham até você.


Em resumo, você pode sair andando por aí ou criar um belo jardim e atrair as espécies que desejar. Me agrada mais a segunda opção, primeiro porque amo flores e borboletas, segundo porque prefiro gastar energia em outras atividades.


Ambas as formas caso você seja consistente e fizer um bom trabalho estratégico funcionam, mas quando trazemos a metáfora para o contexto do mercado de trabalho, notamos o enorme potencial desperdiçado quando em pleno século XXI, dispomos de tantas ferramentas na internet para ajudar ao menos diversificar o processo.


O método Nets e o avanço da tecnologia te dão a chance de fazer com que as borboletas, reconhecidos aqui como recrutadores, venham pousar no seu jardim, reconhecido aqui como LinkedIn.

Lembrando que as borboletas precisam vir e pousar, não apenas passar..

Para que elas venham e pousem, não vale ter flores de plástico ok?! Você precisa realmente batalhar para que tudo seja real, além disto este ambiente é sensível, requer cuidados e manutenção diários, DIÁRIOS.


Cortando a prosa, você me diz, “não sou jardineiro não faço ideia por onde começar”...


Se tem algo que você não pode reclamar é oferta de conteúdo, existe tanto dele no mundo que nem em 10 vidas, você seria capaz de consumir tudo, até porque tem muita porcaria no meio nem valeria a pena.


E como estamos falando de #LinkedIn, a maior autoridade no assunto para ajudar entender como criar este jardim, é o próprio Linkedin.


Um ponto muito importante, se você já ouviu o termo aprendizado de máquina, ele vai ser útil aqui. O LinkedIn é um SAS (software como serviço), falando simples, ele é uma automação feita para rankear: perfis de usuários, conteúdo, páginas de empresa, vagas de trabalho e etc.


Rankear o que? Conteúdo relevante!


Quando mencionei aprendizado de máquina, quis dizer que além de ser um software orientado a um objetivo, ele está em constante aprimoramento, seja dos seus desenvolvedores ou literalmente aprendendo com seus usuários o que é ou não relevante. A este processo damos o nome de aprimoramento do algoritmo.


É um sistema fechado e o máximo que podemos fazer é testar diariamente boas práticas e avaliar os resultados, o que existe de estudo até o momento são 4 pilares básicos, para que você comece a ser levado a sério por aqui:


  1. Estabeleça sua marca profissional

  2. Cultive relacionamentos

  3. Localize as pessoas certas

  4. Interaja oferecendo insights

Cada um destes quatro pilares, tem “sub pilares” mapeados..


O básico que qualquer um precisa é preencher o perfil COMPLETAMENTE. Talvez eu te assuste com o que quero dizer com completamente, mas é tanta coisa, que eu preferi compilar em um arquivo e já disponibilizar a você um to do, após esta leitura:




Social Selling Index


Repetindo, se você quer ser levado a sério, precisa levar a sério o fato de que ter um jardim não é apenas ter um vaso, terra e muda de alguma planta. Seja disciplinado e empregue boa vontade nesta tarefa inicial, parece básico e é justamente pelo básico que você será penalizado.


O importante aqui é, seja coerente com a comunicação que quer passar. Fotos em festas, com família, em baixa resolução, erros de ortografia, informações pessoais e etc, não serão perdoados, esta é uma rede social corporativa.


E para ter um referencial de cada pilar no seu perfil, convido a fazer um teste gratuito sobre o seu SSI (Social Selling Index), esta KPI é uma forma da ferramenta mensurar sua efetividade em estabelecer a própria marca profissional, intervalo de 0 a 100 e atualizado diariamente.


O meu último resultado foi de 86, TOP 1% da minha equipe, TOP 1% do meu setor e da minha rede.


Se vale como prova social do que eu trouxe aqui, 3 das 5 oportunidades que desempenhei na carreira eu fui encontrada através do LinkedIn, aqui aprendi também: fazer negócios, networking, me informar e compartilhar conhecimento.


Eu desejo que você leitor tenha um emprego e mais, que esteja feliz com o que faz, mas não feche nunca as portas para outras possibilidades.


A mensagem de hoje além de técnica é também motivacional..


Seja proativo, vire o jogo, deixe ser encontrado pelas suas borboletas ao invés de apenas ir atrás, seja sincero, comece pelo simples e tenha disciplina ao cuidar de suas plantas, jardins mal cuidados podem atrair vespas e bruxas #becareful.


Para quem tiver interesse em ler mais profundamente sobre o assunto, preparei um material com o desenvolvimento de cada uma das 4 etapas para te ajudar aumentar o seu SSI, Perfil Campeão no LinkedIn.

Se você também é uma Mentes Inquieta, vem comigo para conteúdo reflexivo em primeira mão, você pode se inscrever na minha Newsletter ou entrar no Grupo do LinkedIn, tem sempre conteúdo para te ajudar encontrar sua melhor versão por lá


Sobre a autora


Oi, eu sou a Mari, não gosto dessa coisa de falar sobre mim na terceira pessoa e prefiro contar sobre minhas experiências e sonhos a falar sobre meu currículo profissional.


Minha maior ambição é inspirar a produção e consumo de conteúdo criativo no mundo de forma simples e prática, para que as pessoas possam levar a vida com mais humor e tirar velhos planos da gaveta.


Fora do meu horário de trabalho, estou sempre escrevendo algumas coisas aqui. Em 2020 comecei oficialmente a ajudar algumas pessoas a fazerem o mesmo, o objetivo: viver plenamente, escrita é também é terapia!


Tem dúvidas? Quer acompanhar todas as novidades? Ficar por dentro de todas as ideias? Fala comigo, é só me seguir no LinkedIn, Mariana Rosa.


0 visualização0 comentário